PRODIGY MRI

O Prodigy MRI™ é uma plataforma inovadora de neuromodulação que oferece alternativas de estimulação para o tratamento de dor crônica. Com a nova tecnologia Burst para tratar dores que não foram totalmente tratadas com a estimulação tônica tradicional, o Prodigy MRI™ proporciona aos pacientes com dor crônica mais opções para um tratamento mais eficaz da dor. O sistema também inclui uma variedade de eletrodos e acessórios para complementar o espectro completo de anatomias.

Alívio de Dor com Métodos Eficazes

  • Continua sendo o menor dispositivo com a maior estimativa de longevidade de bateria do mercado 1-4.;
  • Seu perfil pequeno pode diminuir o tempo de fechamento da incisão e melhorar o aspecto estético;
  • A classificação de RM condicional garante acesso à modalidades de exames de imagens disponíveis;
  • A nova tecnologia Burst oferece uma opção de estimulação alternativa para resultados mais eficazes.

* Aprovação potencial da vida útil da bateria.

Um Sistema Completo para Tratamento de Dor

Eletrodo Penta MRI

O primeiro eletrodo de cinco colunas do mercado, oferece os menores polos para um controle preciso de cobertura lateral incomparável.

Eletrodo S-Séries

O único eletrodo de placas com capacidade de manobra do mercado, com perfil estreito. É possível inserir uo Eletrodo S-Séries percutaneamente utilizando o introdutor Epiducer.

Eletrodo Octrode MRI

Construído através de pesquisa clínica e constantes avaliações médicas e observação das necessidades de pacientes, o Eletrodo Octrode atende uma variedade de requisitos e oferece maior controle no momento de inserir o eletrodo.

Introdutor Epiducer

O inovador sistema redefine o procedimento de estimulação epidural, permitindo a introdução dos eletrodos S-Séries ou configurações com múltiplos eletrodos através da entrada percutânea sem a necessidade de laminectomia.

Alívio de Dor para Mais Pacientes

Quando a estimulação tônica é insuficiente no alívio da dor, a tecnologia Burst, clinicamente comprovada, pode ajudar. “Bursts” intermitentes de estímulos podem modular as vias laterais e mediais do cérebro, reduzindo sensações dolorosas enquanto se reduz a atenção consciente à dor.  11,12

Mais opções com resultados melhores. 13,14

Enquanto a tecnologia tônica é efetiva em muitos pacientes, a tecnologia Burst foi desenvolvida por sua maior eficácia,resultando em preferência dos pacientes.

Um único equipamento possibilita que a tecnologia Burst recupere o paciente caso a estimulação tônica perca a eficácia ao longo do tempo.

Menos dor no momento da avaliação e ao longo do tempo. 3,14.

A Tecnologia Burst demonstra redução significativa da dor:

2 vezes melhor em dor no momento da avaliação vs estimulação tônica.

1.6 vezes melhor em menor dor vs estimulação tônica (últimos 7 dias).

3 vezes melhor em pior dor vs estimulação tônica (últimos 7 dias).



a. Nem todos os eletrodos, extensões e acessórios que são compatíveis com RM. Verifique a classificação ou a Instrução de uso ou visite:

www.SJM/MRIready para a lista de dispositivos que são RM condicionais.

b. Refere-se à classificação do dispositivo para condições de escaneamento.

Referências

  1. St. Jude Medical. (2013). Prodigy Neurostimulation System Clinician’s Manual. Plano, Texas.
  2. Medtronic. (2007). RestoreULTRA Multi-program Rechargeable Neurostimulator Implant Manual. Minneapolis, Minn.
  3. Medtronic. (2013). RestoreSensor Multi-program Rechargeable Neurostimulator Implant Manual. Minneapolis, Minn.
  4. Boston Scientific. (2011). Precision Spinal Cord Stimulation System Clinician Manual. Valencia, Calif.
  5. St. Jude Medical. Data on File.
  6. Nevro Corporation. (2012 March). Nevro Physician Implant Manual 10186-Eng Rev. F. Menlo Park, Calif.
  7. St. Jude Medical. (2012). Paddle Lead Specifications Rev 0212. Plano, Texas.
  8. Boston Scientific. (2012). Surgical Lead Comparison Directions for Use 90656605-03 REV B. Valencia, Calif.
  9. Medtronic. (2010 April). ITB Therapy and Chronic Pain Therapies. Minneapolis, Minn.
  10. Medtronic. (2013). Vectris SureScan MRI Lead Kit Implant Manual. Minneapolis, Minn.
  11. Van Havenbergh T., Vancamp T., Van Looy P., Vanneste S., De Ridder D. 2014. Spinal Cord Stimulation for the Treatment of Chronic Back Pain Patients: 500-Hz vs. 1000-Hz Burst Stimulation.Neuromodulation 2014; E-pub ahead of print. DOI: 10.1111/ner.12252.
  12. Schu S., Slotty P.J., Bara G., von Knop M., Edgar D., Vesper J. 2014. A Prospective, Randomised, Double-blind, Placebo-controlled Study to Examine the Effectiveness of Burst Spinal CordStimulation Patterns for the Treatment of Failed Back Surgery Syndrome. Neuromodulation 2014; e-pub ahead of print. DOI: 10.1111/ner.12197.
  13. De Ridder, D., Plazier, M., Kamerling, N., Menovsky, T., & Vanneste, S. (2013). Burst spinal cord stimulation for limb and back pain. World Neurosurgery, 80(5), 642-649.e.1. N = 15.
  14. De Ridder, D., Vanneste, S., Plazier, M., van der Loo, E., & Menovsky, T. (2010). Burst spinal cord stimulation: toward paresthesia-free pain suppression. Neurosurgery, 66(5), 986-990. N = 12.